Lgcta2.gif (7527 bytes)

Rede CTA-UJGOIAS - Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo
Rede - Sindecon Tel/Fax.: 3107.2035 - amyra@netdoctors.com.br


0201000003 - Space Commodities x Environment Commodities - As Novas Commodities: Meio Ambiente – Espaço - Informação - Por Sérgio Lapastina 29/08/00

Space Commodities x Environment Commodities

As Novas Commodities: Meio Ambiente – Espaço - Informação

Por Sérgio Lapastina*

Commodity: [ingl., 'mercadoria'.]; s. f. Econ.

Produto primário (q. v.), esp. um de grande participação no comércio internacional, como café, algodão, minério de ferro, etc.

[Pl.: commodities.]

Na atual fase em que a sociedade está vivendo já não podemos mais pensar nos mesmos valores que eram dimensionados e tomados como referência em outras fases da economia mundial.

Na fase da prestação de serviços, da gestão do conhecimento, da tecnologia da informação, da valorização do relacionamento, existem três commodities que estão superando todas as outras e que, se não podem ser (ainda) comercializadas em bolsa, certamente já são alvo das mais acirradas disputas no mundo dos negócios: meio ambiente, espaço e informação.

O meio ambiente talvez seja a mais óbvia e a mais comentada destas novas commodities. O assim chamado marketing verde, a responsabilidade ambiental, a preocupação com o lançamento de produtos e campanhas ecologicamente responsáveis e – principalmente – a associação da marca com ações e conceitos de desenvolvimento sustentável.

Hoje é inegável que, na hora da tomada da decisão da compra, na boca da gôndola, se existe um produto que seja biodegradável, que não agrida o meio ambiente (principalmente rios e mares) ou que destine parte dos recursos da venda para entidades / causas sócio-ambientais. Um claro exemplo é o da pasta dental Sorriso Herbal, que destina um percentual de suas vendas para a Fundação SOS Mata Atlântica – certamente um diferencial.

Quem vê as guerras em torno da água, aliás, da falta de água; quem vê as disputas pela terra produtiva; quem vê as áreas de florestas sendo consumidas com avidez pode ter uma pequena idéia do valor, cada vez menos implícito e cada vez mais explícito que o meio ambiente e tudo o que gira em torno deste tema está tendo a cada dia.

Espaço é a commodity mais difícil de ser entendida. Espaço deve ser entendido exatamente como em seu conceito, ou seja, o espaço que hoje – ou melhor – agora está sendo ocupado por você, por mim, por cada pessoa. Este espaço tem valor, um valor cada vez maior e mais disputado, conseqüentemente, mais "valorizado".

Seja o espaço profissional (normalmente conhecido como cargo), seja o espaço comercial, o espaço pessoal ou o espaço físico, seja onde uma pessoa estiver, este espaço pode ser dimensionado em termos de valor, de montante de importância.

Na verdade, pouca gente já pensou nisto, mas: quanto vale hoje este espaço que você está ocupando?

A informações é a mais recente e comentada commodity, acompanhando uma das mais sérias tendências dos últimos anos, a gestão do conhecimento.

Para se entender o que é gestão do conhecimento é muito simples. As empresas / pessoas recebem diariamente (e com a Internet "minutalmente") dados. Muitas (a grande maioria) para neste estágio e diz que está informada, mas está na verdade longe disto: ter o dado não significa praticamente nada. E sem críticas, muita gente acha que a pesquisa pela pesquisa resolve problemas. A pesquisa fornece o dado, ou seja, a base, o começo do trabalho.

Começa-se a trabalhar quando se assimila este dado e se agrega algum valor a ele. Neste ponto o dado se transforma em informação. Com a informação já é possível que seja vislumbrado um caminho de atuação, uma tendência de ações, mas ainda sem muito fundamento ou sem especificidade.

É neste estágio do processo que deve e precisa ser agregado o fator humano. Até agora, métodos e procedimentos resolveram, agora entra a experiência, o (por mais que eu não goste do termo...) cabedal de valores que o profissional juntou durante sua vida. Cada informação tem que ser lida, trabalhada, contextualizada, processada e neste processo gera-se o conhecimento, a base para a tomada de decisões de acordo com objetivos e com metas. Conhecimento, mais do que a informação, esta sim é a nova e mais valorizada commodity.

Com o conhecimento e somente com o conhecimento é que fica possível a tomada de ações, buscando ganhos de mercado, de posicionamento, de imagem, seja do que for. É o ciclo que precisa começar e que se fecha nele mesmo, já que com esta tomada de ações, novos dados são gerados; dados que precisam ser trabalhados em informação, que precisam ser processadas em conhecimento, que vão basear novas ações, que vão gerar novos dados...

É preciso que as empresas / pessoas que prezam pelo seu futuro, e eu não consigo conceber alguma empresa / pessoa que esteja buscando a extinção, comece a perceber que as novas commodities são cada vez menos tangíveis, cada vez mais abstratas, cada vez mais dependendo da ação da própria empresa / pessoa. Logo, logo, neurônios serão commodities, capacidades serão commodities, palavras serão commodities e serão muito interessante acompanhar um pregão onde esteja sendo negociada a capacidade de negociar de um profissional, a fala de um consultor, o texto de um analista.

Sérgio Lapastina, é jornalista, pós-graduado em Planejamento de Marketing pela ESPM e em Comunicação de Marketing pela FAM. É Gerente de Comunicação da Sabesp, participa da equipe de redação da Revista Ligação com artigos publicados sobre Gestão do Conhecimento, Inovação e Criatividade   - email: slapastina@sabesp.com.br


Consulte o banco de dados da Rede CTA-UJGOIAS
O Universo Jurídico do Estado de Goiás
http://www.ujgoias.com.br - ujgoias@ujgoias.com.br

"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo"    Peter Drucker


Rede CTA-UJGOIAS - Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas, no Estado de São Paulo

amyra@netdoctors.com.br - www.sindecon-esp.org.br

[ Topo ]

UJGOIÁS - O Universo Jurídico