Lgcta2.gif (7527 bytes)


Rede CTA-Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo
Rede - Sindecon Tel/Fax.: 3107.2035 - amyra@netdoctors.com.br

03027000026 - Environment Justice x Finance - Aborígenes "Brasileiros" - Por Gerhard Sardo - 26/07/00 08:32:53

Environment Justice x Finance

Aborígenes "Brasileiros"

Por Gerhard Sardo*

Conjunto de culturas aborígenes e alienígenas, o Brasil de muitas nacionalidades poderia ser definido como uma Nação de muitas nações.

As culturas regionais, mesmo que distantes, são facilmente integradas ao um sentimento de Nação quando signos de identidade comum, como o futebol, são expostos. No Brasil, pode-se afirmar que poucos signos assumem posição de integração nacional. A cultura indígena, talvez, assuma posição de destaque nessa interpretação de identidade nacional, mesmo que não esteja inserida dentro do contexto social dos brasileiros.

A relação da cultura indígena com a cultura brasileira, na verdade, não se aproxima de uma linha de diálogo comum. Sequer os esforços da Fundação Nacional do Índio - FUNAI conseguem evidenciar as relações de identidade entre os povos, sejam eles aborígenes ou nativos. Há, na verdade, uma permanente intenção de usurpação da cultura indígena somente para fins folclóricos com interesse econômico. Uma falsa sensação de interatividade cultural, sem qualquer respeito às tradições dos índios em solo brasileiro.

Hoje, no Brasil, a população indígena se aproxima de 350 mil pessoas divididas em cerca de 210 sociedades diferentes. São faladas 180 línguas distintas. Alguns grupos, inclusive, perderam seu idioma. Uma realidade de diversidade cultural inserida dentro de uma Nação construída por várias outras culturas alienígenas e sem qualquer conexão histórica.

O índio em solo brasileiro permanece ausente do contexto de interpretação da sociedade. Não está no presente.

Questionamentos sobre a preservação da cultura indígena e a garantia de usufruto de terras demarcadas pelo Governo brasileiro para garantia de suas atividades e técnicas de subsistência têm, por vezes, encontrado ressonância em grupos de interesses econômicos, que buscam, sob todas as formas mecanismos de desgaste e descaracterização cultural dos aborígenes. O próprio Estado brasileiro, através de programas institucionais, estimula o desenraizamento cultural dos povos indígenas, contribuindo para uma pseudo-identidade com a cultura brasileira.

A situação do contato dos povos indígenas com a cultura brasileira ou alienígena estimula, por demasia, uma desconfortável relação de reconstrução da realidade por parte dos últimos, sendo, quase sempre, evidenciado métodos de domínio cultural daqueles que se aproximam dos aborígenes.

Nem mesmo a educação formal pretendida pelo Governo brasileiro junto às comunidades indígenas deve ser encarada de forma salutar, ou isenta de intenções, se considerarmos que pode haver enfraquecimento da sua cultura.

A cidadania brasileira autorgada aos aborígenes no Brasil, também assume posição conflituosa na busca de identidade nacional, se for considerada a situação dúbia de uma um cidadão tutelado, sem responsabilidade social.

A sobrevivência da cultura aborígene em solo brasileiro depende, sobretudo, da garantia dos seu espaços físicos e territoriais, o que, por sí somente, poderia garantir, sem esforços, a continuidade de seus costumes, independente de interferência culturais externas.

Gerhard Sardo* é secretário-executivo do GREEN PRESS, Membro Titular do Conselho Municipal do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Niterói e Membro Suplente do Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica do RJ  email: gersardo@nitnet.com.br


Consulte o banco de dados da Rede CTA-UJGOIAS
O Universo Jurídico do Estado de Goiás
http://www.ujgoias.com.br - ujgoias@ujgoias.com.br

"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo"    Peter Drucker

Rede CTA-Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas, no Estado de São Paulo
amyra@netdoctors.com.br - www.sindecon-esp.org.br

[ Topo ]

.

UJGOIÁS - O Universo Jurídico

.