Lgcta2.gif (7527 bytes)

Rede CTA-UJGOIAS - Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo
Rede - Sindecon Tel/Fax.: 3107.2035 -
amyra@netdoctors.com.br


03027000087 - Environment Justice x Finance - Sessões Biosfera www.aventurese.com.br - TRANSGÊNICOS: a genética (SEM ÉTICA) chega à mesa - Por Marcelo Baglione 24/10/00

Environment Justice x Finance

Sessões Biosfera www.aventurese.com.br

TRANSGÊNICOS: a genética (SEM ÉTICA) chega à mesa

Por Marcelo Baglione*

Antes do prato principal, vejamos, primeiro, o antepasto.

Os radicais avanços tecnológicos nos meios de comunicação e na engenharia genética proporcionam fatos únicos em nosso tempo.

O eugenismo — sanitarista e psicopata — de Adolf Hitler concebeu e realizou um projeto de refinamento racial onde a "raça superior" (Herrenvolk) se sobreporia aos "subumanos" (Untermenschen) para desembocar, gloriosamente, na "solução final": o extermínio dos judeus da face da Terra, sem mencionar outros segmentos étnicos que o seu Adolfo e seus cupinchas não consideravam gente ou ser humano.

Os oficiais nazistas Reinhar Heydrich, Himmler e o Dr. Mengueli sabiam muito bem o terror que estavam manipulando.

Parece que foi pouco, ou ainda não é o suficiente?

O pensador alemão Peter Sloterdijk causou recentemente o maior salseiro no Velho Mundo depois de defender a criação de uma elite de seres humanos para o bem do mundo, através da seleção genética.

O inferno está cheio destas boas intenções.

Ron Harris, um cidadão sessentão que se diz fotógrafo, inaugurou há bem pouco um site na Internet que negocia as sagradas sementes da vida: este site vende óvulos on line como um feirante vende bananas na feira mais próxima de sua casa. Isso pode até ser juridicamente correto nos EUA, mas pra mim esse senhor não passa de um "rufião da nova ordem", nada mais do que um "gigolô virtual".

Que é isso! Nossa boquinha ainda nem começou, isso aqui é só um aperitivo.

Não satisfeito, este mesmo "cafetão digital" ainda vai vender, on line, é claro, espermas dos modelos mais lindos.

Que porra é essa! Desculpem-me o modo chulo; melhor dizer: que sêmen é esse! Machos e fêmeas, pois não passam realmente disso, estão se submetendo e alimentando, primevoamente, a falência do humano.

Vejamos, agora, o prato principal.

É evidente que para nutrir toda esta obscura e decadente intriga de nossa evolução mundial, o homem, artificial, de plástico, já deu um jeito de criar mais um atalho — perigoso? — para melhorar o desempenho de nossa agricultura através dos trangênicos: os alimentos geneticamente modificados.

Não me intimido a dizer que Jesus-Cristo foi a primeira grande (e santa) mente a compreender a multiplicação dos alimentos, pois sabia como ninguém dividir e multiplicar as riquezas da Mãe-Terra. Não foi isso que Ele fez nas duas multiplicações dos peixes e dos pães (Mateus 14:13-21 e 15:32-39)?

Não seria meio transgênico, e alquímico, a famosa transformação da água em vinho que Jesus fez nas bodas, em Caná da Galiléia (Jo 2:1-12)?

Mas o que realmente importa é que o Filho de Deus tinha — sobrando — uma coisa que está em escassez hoje em dia mais do que água no deserto: UMA ética TODA ABARCANTE.

E parece que é isto que vai terminar faltando na palavra genética se os interesses econômicos da revolução biogenética na agropecuária se sobrepuserem aos princípios e direitos do consumidor: o cidadão.

Será trágico ver a mutação de uma "GENÉTICA" sem ÉTICA. Se as coisas crescerem tortas, no futuro teremos apenas GENE; quiçá banana, ou o nome de qualquer outra mercadoria ou produto.

Em se tratando de Brasil e dos representantes que entopem o Congresso igual a sujeira obliterando um ralo, sem falar na sua constante (e eterna) câimbra política, não posso ser otimista, mesmo diante de normas que são apreciados pela CTNBio — Comissão Técnica Nacional de Biossegurança.

A questão dos alimentos transgênicos é seríssima, e ainda não chegou as grandes raias de discussão em nossa sociedade. Somos, ainda que sabotados pelos políticos que nos cercam, o maior celeiro biosférico do planeta. Portanto, o alimento e a produção dos mesmo tem que ser discutida, e muito, num país de envergadura ambiental como o nosso.

Esta sessão tem noção das potencialidades da biotecnologia agropecuária e da engenharia genética como um todo, especialmente na área da saúde. No entanto, não faz a mínima idéia do que se passa na mente doentia dos homens que tem codificado em seu DNA as sementes do egoísmo selvagem.

Será que já temos experiência e sabedoria suficientes para afirmar que produtos e sementes modificadas geneticamente não afetarão a vida humana e o meio ambiente?

Demorou, mas após o câncer, o enfisema e todos os tipos de males causados, chegamos a um ponto em que podemos dizer (por lei) com uma tarja: CIGARRO FAZ MAL A SAÚDE!

E quanto aos alimentos transgênicos?

O maior perigo nesta história:

...Num belo dia, um cidadão de nome Joãozinho jogou pela janela as suas sementes de feijão que caíram na terra. Elas cresceram e chegaram até os céus. Acho que o final da história vocês já sabem. Joãzinho subiu até o céu, mas não foi Deus quem ele viu, e sim um monstro, um gigante que o perseguiu com ira.

Se ética e segurança não forem bem costurados nesta história dos alimentos trangênicos, cortar o pé de feijão não será solução, mas apenas uma tentativa desesperada de conter um mal criado por crianças que brincaram de ser deuses. Aí será tarde. O gigante virá para saber porque foi importunado pelos interesses escusos.

Bem, já falei do antepasto e do prato principal, mas se o andar da carruagem dos trangênicos seguir o passo da ganância, certamente não teremos nem sobremesa para terminar esta refeição Frankenstein porque não haverão mais bocas para comer.

Como se não bastassem os agrotóxicos, ainda temos essa pela frente. Mas esta é outra história...

Se conseguir terminar a refeição, bom apetite!

Links sugeridos.

Rede CTA-Consultant, Trader and Adviser Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro! Sindicato dos Economistas, no Estado de São Paulo - amyra@netdoctors.com.br  - www.sindecon-esp.org.br

Banco de dados da Rede CTA-UJGOIAS - O Universo Jurídico do Estado de Goiás
http://www.ujgoias.com.br  - ujgoias@ujgoias.com.br

Questão de marketing para soja gaúcha

Grécia propõe moratória para transgênicos

Ministério quer limitar teste com transgênicos

Introdução vem ‘‘rápida e maciça’’

Europeus estão desconfiados

SC pode proibir transgênicos

Produtores conhecem a soja transgênica

Embrapa pesquisa feijão transgênico

Empresa evita polêmica

Caso de plantio ilegal vai a julgamento

A liberdade para escolher a semente

Expectativa de reduzir custos

Em guerra contra os transgênicos

Justiça permite colheita de lavoura

Sim ou não para os transgênicos

Ceval apóia zona livre de transgênicos

Transgênicos ainda geram polêmica

Reação no mercado europeu

Normas para o plantio

Aspectos judiciais e políticos

Interesse dos produtores

Ibama une-se ao Idec

MA quer esclarecer envio de transgênicos à França

SAA interdita lavoura transgênica no RS

Greenpeace vem ao RS debater transgênicos

Analista denuncia pressão para Brasil adotar soja transgênica

Soja transgênica só depende de registro

Transgênese, coisa boa ou ruim

Greenpeace e Idec acusam CTNBio: imoral

Técnico aponta mercado para não-transgênicos

Governo reage contra as leis dos municípios

Estado vai lançar o Disk Transgênicos

Monsoy questiona a exigência de EIA-Rima

Impactos ainda são um mistério para pesquisador

Consumidores não sabem o que estão comprando

Alimentos transgênicos voltam a representar o foco dos debates

RS vai combater transgênicos

ONU busca acordo sobre transgênicos

Debate analisa os transgênicos

Juristas discutem os transgênicos

Campanha vai combater semente ilegal

Produção transgênica preocupa americanos

Liberação depende de normas

Crescimento das transgênicas

Abrasem prevê 1 milhão de hectares com soja modificada

Soja transgênica sem controle

A produção de transgênicos continua causando polêmica

Carta gaúcha é contra transgênicos

Juiz suspende plantio da soja transgênica

Franceses expõem exigências aos transgênicos

Analista estipula prêmio para soja convencional

Pesquisa sobre transgênicos une países

Biotecnologia avança na Europa

Transgênicos no mundo da fome

Pesquisa revela apoio a transgênicos

‘Transgênicos vêm para revolucionar

Kit para examinar soja

RS não plantará soja transgênica

Processo complicado

Rei da soja não quer transgênica

Sementes do desastre.

Ética e Alimentos Transgênicos notas para reflexão.

Bioética: Índice Geral de Textos, Resumos, Definições, Normas e Casos.

Os riscos dos transgênicos: Trechos extraídos da Cartilha sobre Transgênicos, de Sebastião Pinheiro, reeditada pelo CREA-RJ. Veja também a sessão sobre os transgênicos do CREA-RJ.

O DESENVOLVIMENTO DA BIOTECNOLOGIA AGROPECUÁRIA NO BRASIL. Palestra de Alberto Duque Portugal.

Site oficial do governo norte americano a respeito dos alimentos transgênicos. Sempre com novidades e atualizações.

Informações adicionais:

Red Latinoamericana Libre de Transgenicos
Fonte: Rede CTA-UJUGOIAS

Fonte: Greenpeace.

DepoimentoSegurança e Controle sobre os produtos geneticamente modificados

A Lei de Biossegurança brasileira (8.974/95), proíbe a comercialização de produtos transgênicos no país e acho isso uma importante conquista. Ao contrário da Argentina e dos Estados Unidos, o governo brasileiro não quer arcar com os riscos causados pelos organismos geneticamente modificados (OGMs). As organizações como Greenpeace, alertam para o fato de que a alteração genética dos grãos, por exemplo, pode criar resistências a determinados tipos de antibióticos. Além disso, alguns grãos podem passar a produzir toxinas que matam insetos, ocorrendo o risco de desequilíbrio do ecossistema.

Estamos, no Partido Verde, acompanhando os trabalhos da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), do Ministério da Agricultura. No Congresso, há uma proposta de criar, como na Europa , a indicação no rótulo quando apresentar mais de 1% de OGMs em sua composição. Apesar do Código do consumidor determinar que os produtos descrevam sua composição na embalagem, há denuncias de que nos supermercados brasileiros ainda existam alimentos com até 8 % de transgênicos em suas composições, sem que o consumidor seja informado.

Qualquer que seja a decisão do congresso, os ambientalistas possuem pouquíssima força na hora das votações. O PV só possui um Deputado federal, o Gabeira. Por enquanto, o bom senso ainda está prevalecendo, e recentemente a Procuradoria Federal proibiu a descarga de 38 mil toneladas de milho transgênico no país.

Temo que os interesses comerciais, que não são pequenos, coloquem em risco a vida e o meio ambiente. Precisamos ficar atentos à ganância que pode causar graves danos à saúde das futuras gerações"

Marco Fonseca, 35 anos, é sociólogo, pesquisador da UERJ — Universidade do Estado do Rio de Janeiro — e Coordenador da ONG CidadeINTELIGENTE — Projetos em Democracia Digital. É o mentor do Projeto "CyberVereador" , Mandato Coletivo Mediado por Computador que será testado pelo Partido Verde nas eleições municipais deste ano em cinco cidades brasileiras.

Ong Cidade Inteligente

www.cidadeinteligente.org

CAFECOMCYBER: Participe! Bate-papo e debates no chat do Cybervere@dor.

http://www.cafecomcyber.cjb.net/

(21) 236-6416

Marcelo Baglione é jornalista e escritor. Assina a sessão Biosfera do site Aventure-se www.aventurese.com.br, no IG. Também assina as sessões Polêmica e Televisão/Documentário no Aqui! www.aqui.com.br. E-mail: mabaglione@rionet.com.br e paxbiosferica@rionet.com.br


Consulte o banco de dados da Rede CTA-UJGOIAS
O Universo Jurídico do Estado de Goiás
http://www.ujgoias.com.br - ujgoias@ujgoias.com.br


"Sei que meu trabalho é uma gota no oceano.
Mas sem ele, o oceano seria menor..."   Madre Teresa de Calcutá

Rede CTA-UJGOIAS - Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas, no Estado de São Paulo

amyra@netdoctors.com.br - www.sindecon-esp.org.br

[ Topo ]

UJGOIÁS - O Universo Jurídico