03027040004 - FSC - Conselho de Manejo Florestal e Certificação Florestal 13/06/01 - Environment Justice x Finance - World Wildlife Foundation

Rede CTA-UJGOIÁS
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo
Rede - SINDECON Tel/Fax.: 3107.2035 - amyra@netdoctors.com.br

CTA - CONSULTANT, TRADER AND ADVISER  - GERADORES DE  NEGÓCIOS NOS MERCADOS FUTUROS E DE CAPITAIS


Environment Justice x Finance
World Wildlife Foundation - www.fsc.org.br

FSC - Conselho de Manejo Florestal e Certificação Florestal

O FSC (que significa Conselho de Manejo Florestal) tem por objetivo difundir o bom manejo florestal conforme Princípios e Critérios que compatibilizam proteção ambiental com benefícios sociais e econômicos. Talvez por isso a marca FSC seja o selo verde mais reconhecido hoje em todo o mundo. No Brasil este trabalho envolve ambientalistas, pesquisadores, engenheiros florestais, empresários da indústria e comércio de produtos de origem florestal, trabalhadores, comunidades indígenas e outros povos da floresta.

O grupo de compradores brasileiros de madeiras certificadas pelo FSC é composto por 59 empresas, que já demandam mais de 1 milhão de m3/ano. A demanda pelo produto com selo FSC tende a crescer cada vez mais no Brasil e no mundo. Compradores internacionais, principalmente da Europa, viajam a vários países em busca de matéria-prima e de produtos finais certificados.

Hoje, no Brasil, existem quase 700 mil hectares de florestas certificadas e dezenas de produtos com selo FSC. E são várias dezenas de processos de novas certificações que estão em curso atualmente.

Em todo o mundo, são quase 20 milhões de hectares de florestas certificadas e perto de 10 mil produtos com selo do FSC. O Brasil é o segundo produtor de madeira tropical certificada da América Latina. Poderia estar em primeiro lugar, mas a Bolívia passou à frente, com mais de 600 mil hectares certificados de floresta amazônica.

Para saber um pouco sobre os benefícios que o processo de certificação gera, basta saber que ele permite detectar práticas que provocam desperdício e, assim, proporciona um ganho de produtividade. A redução de acidentes de trabalho e melhores relações com os trabalhadores e suas entidades é outro benefício propiciado pelo bom manejo florestal. Em Itacoatiara, no Amazonas, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Madeireiras credita uma redução da ordem de 15% nos acidentes de trabalho ao FSC. O selo verde também abre novos mercados e a madeira certificada alcança melhor preço.

O selo serve para orientar o consumidor consciente a optar por um produto que não degrada o meio ambiente e contribui para o desenvolvimento social e econômico. É a garantia da manutenção da floresta, bem como do emprego e da atividade lucrativa que a floresta proporciona.

Mas, além dos Princípios e Critérios universais, estão de fato surgindo Padrões nacionais ou regionais que servem para detalhar a aplicação dos Princípios e Critérios, adaptando-os à realidade e promovendo maior homogeneidade no processo de avaliação. No Brasil já existe Padrões de Floresta Amazônica de Terra Firme e Padrões de Plantações.

A organização ambiental WWF apoia o FSC e é membro de uma das Câmaras de Representação, assim como diversas outras ONGs que devem ser citadas pelo excelente trabalho que realizam: Amigos da Terra, Imazon - Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia, Funatura - Fundação Pró-Natureza, AMDA - Associação Mineira de Defesa Ambiental, Apremavi - Associação de Preservação do Meio Ambiente do Alto Vale do Itajai, Fase - Federação de Órgãos para Assistência Social, OSR – Organização dos Seringueiros de Rondônia, Vitae Civilis - Instituto para o Desenvolvimento, Meio Ambiente, entre outras.

Outra Câmara de Representação, a econômica, é composta por representantes da Abracave - Associação Brasileira de Florestas Renováveis, Simex-ITA – Sindicato das Indústrias de Madeiras e Exportadoras de Itacoatiara, SBS - Sociedade Brasileira de Silvicultura, IPT - Instituto de Pesquisa Tecnológic e Bracelpa – Associação Brasileira de Celulose e Papel, entre outras.

No Brasil mais de 53 empresas já foram certificadas, como Tok & Stok (SP), Tramontina (RS), Rudnik (SC), Cykel (PR), Basic Design (SP) e Etel Carmona (SP), W Faber Castell S.A (MG), Flosul (RS), Duratex (SP), Muaná (PA), entre outras.

Importante destacar que as certificadoras no Brasil contratam engenheiros florestais para fazer os planos de manejo, isto é, o FSC promove os engenheiros florestais.

Mais informações também podem ser obtidas no endereço www.fsc.org.br.

Ana Claudia Barbosa
Assessora de Comunicaçao - WWF
Communications Officer - WWF Brazil
Fax (61) 364 7474
http:// www.wwf.org.br


Consulte e Participe
FONTE D'ÁGUA http://www.ces.fau.edu/online
Quebrando barreiras idiomáticas no mundo das águas
FLORIDA CENTER FOR ENVIRONMENTAL STUDIES

"Uma gota d’água pingou na palma de minha mão. Agora posso dizer, sem medo de errar: a Vida cabe na palma de minha mão."  Marisa M. Machado
----------------------------------------------------------------------
Rede Comunicação Internacional CTA-UJGOIAS/CES FAU
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!

ONG Consultant, Trader and Adviser  - Projeto CTA
Sindicato dos Economistas, no Estado de São Paulo e
Universo Jurídico do Estado de Goiás

Consulte nosso Banco de Dados www.ujgoias.com.br 
Conheçam o Projeto CTA www.sindecon-esp.org.br
Visite o Guia das Águas Brasileiras http://www.ipb.8m.com/guiaguas.htm

UJGOIAS email: ujgoias@ujgoias.com.br
CTA email: ctaujgo@terra.com.br
FONTE D'AGUA email: fontedagua-request@ces.fau.edu