Lgcta2.gif (7527 bytes)

Rede CTA-UJGOIAS - Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo
Rede - Sindecon Tel/Fax.: 3107.2035 -
amyra@netdoctors.com.br


03027110001 - Environment Justice X Finance - Colêtanea Reflexões JMA - Jornal do Meio Ambiente - www.jornal-do-meio-ambiente-com.br - Defender a Natureza Não É Só Cuidar de Plantas e Bichos - Por Vilmar Berna

Environment Justice X Finance - Colêtanea Reflexões JMA

Jornal do Meio Ambiente - www.jornal-do-meio-ambiente-com.br

Defender a Natureza Não É Só Cuidar de Plantas e Bichos

Por Vilmar Berna*

Nós, seres humanos, também fazemos parte da natureza. Portanto, não basta apenas defender as florestas e os animais, é preciso também defender a melhoria concreta da qualidade de vida das populações humanas - sem deixar de cuidar das plantas e dos animais, claro, pois tanto nossa vida quanto a deles, depende das inúmeras relações que existem na natureza, onde nada existe isolado um do outro.

Defender o meio ambiente preservado é fundamental para a manutenção da saúde humana. O lixo espalhado, as valas de esgoto, o ar e a água poluída, o barulho, os alimentos contaminados por venenos e aditivos perigosos, tudo isso, e muito mais provocam doenças nas crianças e adultos, além de tornar a vida mais feia e infeliz. Nenhum de nós nasceu para ser infeliz. Cuidar da natureza é também uma forma de garantir a felicidade humana, pois ninguém consegue ser feliz vivendo num lugar poluído, onde não existe árvores, pássaros, animais.

Por isso a defesa da natureza é uma questão ética, ou seja, um compromisso de nossa espécie com o planeta, onde cada um de nós precisa assumir posturas menos individualistas e egoístas, preocupando-se não apenas com os direitos dos outros indivíduos de nossa espécie, mas com os direitos das plantas e dos animais à vida e à liberdade.

Defender a natureza não se pode resumir apenas em buscar novo relacionamento de nossa espécie com o planeta, mas principalmente buscar um novo relacionamento entre nós próprios, seres humanos. As relações humanas são dominadas por estruturas extremamente injustas, onde uma minoria possui todas as riquezas e meios de produção, enquanto a maioria da população vive na miséria, passa fome, sem as mínimas condições de vida. As relações que causam essa superexploração dos seres humanos, são as mesmas relações que superexploram os recursos do planeta. O grau de nosso relacionamento com o planeta, os animais, as plantas, o meio ambiente, baseado na exploração ilimitada, é apenas um reflexo do nível de maturidade existente hoje nas relações humanas, baseadas na exploração da mão-de-obra humana e nas injustiças sociais.

Vilmar Berna* é editor do Jornal do Meio Ambiente e foi o único brasileiro a receber em 1999 o Prêmio Global 500 da ONU Para o Meio Ambiente. Tel/fax: (021) 610-7365 E-mail: vilmarberna@jornal-do-meio-ambiente.com.br

A "coletânea reflexões JMA" é uma série de artigos de Vilmar Berna onde propõe a reflexão sobre as posturas do movimento ambientalistas frente aos direitos humanos. Coletânea que estaremos publicando na Rede CTA-UJGOIAS


Consulte o banco de dados da Rede CTA-UJGOIAS
O Universo Jurídico do Estado de Goiás
http://www.ujgoias.com.br - ujgoias@ujgoias.com.br

"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo"    Peter Drucker


Rede CTA-UJGOIAS - Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas, no Estado de São Paulo

amyra@netdoctors.com.br - www.sindecon-esp.org.br

[ Topo ]

UJGOIÁS - O Universo Jurídico