Lgcta2.gif (7527 bytes)

 

Rede CTA-Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo
Rede - Sindecon Tel/Fax.: 3107.2035 - amyra@netdoctors.com.br


05031000003 - Information Commodities - Fortaleza, Ceará - Pensando o Desenvolvimento Sustentável do Ceará - Associação Brasileira de Organizações não Governamentais (ABONG), a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE) e a Fundação Konrad Adenauer (KAS)

03/06/00 07:24:11

Information Commodities - Fortaleza, Ceará
Associação Brasileira de Organizações não Governamentais (ABONG), a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE) e a Fundação Konrad Adenauer (KAS)

Pensando o Desenvolvimento Sustentável do Ceará

A Associação Brasileira de Organizações não Governamentais (ABONG), a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE) e a Fundação Konrad Adenauer (KAS),  têm o inestimável prazer de convidá-lo para participar do Seminário Agenda 21: Pensando o Desenvolvimento Sustentável do Ceará.

1. Apresentação

Essa proposta de evento nasceu de um trabalho de parceria entre a Fundação Konrad Adenauer, a SEMACE e ABONG.

A Agenda 21 mundial é o principal documento elaborado durante a conferência das nações unidas sobre o meio ambiente e desenvolvimento humano (conhecida como ECO 92), assinado por 179 países, inclusive o Brasil. Ela é um programa estratégico universal, para alcançarmos o desenvolvimento sustentável no século XXI.

A agenda nacional brasileira já está em discussão e vários estados estão em diversas fases do processo de elaboração de uma agenda local (Rio, São Paulo, Maranhão, Pernambuco, Espírito Santo, etc). Estamos iniciando esse processo no Ceará com bastante atraso.

A Agenda 21 estabelece uma verdadeira parceria entre governos e os diversos setores da sociedade e esse é um dos seus maiores desafios. Sem essa parceria a Agenda não existe como processo e portanto não poderá existir como resultado.

Está na hora de superar diferenças históricas, preconceitos e medos.

Construir e implementar a Agenda 21 não será fácil, mas se governar com a agenda e seus princípios é difícil, será mais difícil ainda sem ela. É necessário que todos os parceiros se unam para buscar algo que é do interesse de todos: o desenvolvimento sustentável e socialmente justo do país, para garantir uma boa qualidade de vida para as futuras gerações. A agenda 21 resgata a utopia de que isso é possível.

Essa proposta combina um evento de divulgação e sensibilização do público em geral com um evento de trabalho nas oficinas, no qual se dará o início ao processo de elaboração e implementação da agenda, com resultados concretos.

2 Objetivos

Divulgar os conceitos, estratégias e propostas da Agenda 21

Sensibilizar a população para participar ativamente da elaboração e implementação da Agenda 21 - Ceará;

Propiciar à comunidade a oportunidade de conhecer os conceitos e a metodologia de elaboração da agenda 21;

Envolver os diversos atores sociais (setores governamental, produtivo e instituições não governamentais, entre elas sindicatos, associações, igreja, etc.);

Desencadear um processo de intercâmbio sistemático entre as entidades e comunidades já envolvidas no processo ou dispostas a se envolver;

Motivar as prefeituras municipais para participares das suas Agendas Locais.

Formular estratégias de ação para o processo de construção da agenda 21 local/Ceará;

Data: 01 e 02 de junho de 2000

Hora: 8:30 às 18:00h

3 Data e local

Dias 01 e 02 de junho, por ocasião da abertura das comemorações pela semana

mundial do Meio Ambiente.

O local escolhido foi o auditório do Banco do Nordeste (Av. Paranjana 5700 – Passaré – Fortaleza/CE)

4 Público alvo:

Representantes dos diversos setores:

Mídia, Financeiro, Empresarial, Governamental, Político/partidário, Jurídico/legislativo, Educacional/cultural, Científico/acadêmico, Sociedade civil (ONGs), Trabalhadores/sindicatos, Associações comunitárias

5 Conteúdo das oficinas de trabalho

O número máximo de participantes por oficina de trabalho será de 25. As sete oficinas acontecerão de forma simultânea, com os objetivos de:

Compor (com voluntários e indicações) a comissão provisória pró-agenda 21 local-CE em cada tema;

Nomear voluntários responsáveis pela rede de comunicação, para o repasse das informações aos interessados e/ou para a elaboração de uma home-page.

Os temas das oficinas serão os sugeridos para a Agenda 21 nacional:

a) As cidades sustentáveis:

"Meio ambiente urbano: fomentando a sustentabilidade local"

b) Agricultura sustentável:

"Desenvolvimento rural e agrícola sustentável"

c) Infra-estrutura e integração regional:

"Programas de desenvolvimento sustentável integrado"

d) Gestão dos recursos naturais:

"Recursos hídricos, manejo do solo, fauna e flora"

e) Redução das desigualdades sociais:

"Programas de conscientização e combate à pobreza"

f) Desenvolvimento científico e tecnológico:

"Participação das empresas, universidades e dos governos para o

desenvolvimento científico e tecnológico"

g) Zonas costeiras

Após a realização das oficinas pela manhã, serão feitas três reuniões

paralelas pela tarde:

Os relatores e coordenadores de cada oficina se reúnem para sistematizar os resultados;

Os candidatos à "Comissão provisória pró-agenda 21 local/CE" se reúnem em separado para decidirem primeiros passos;

Os responsáveis pela rede de comunicação de cada grupo se reúnem para discutir sua integração e primeiros passos.

6 PROGRAMA

Dia 01 de junho de 2000, quinta feira

8:00 h Credenciamento

9:00 h Cerimônia de Abertura

Mesa: Antônio Renato Lima Aragão, Superintendente da SEMACE

Rubens Harry Born, Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

Hartmut Teuchler, Fundação Konrad Adenauer (KAS)

Francisco de Queiroz Maia Jr, Secretário da Secretaria de Infra Estrutura do Ceará (SEINFRA)

Mônica Klark, Secretária da Secretaria do Planejamento do Ceará (SEPLAN)

Maria do Carmo Lima Bezerra, Representante do Ministério do Meio Ambiente

Marcelo Teixeira, Prefeitura Municipal de Fortaleza

Wellington Landin, Presidente da Assembléia Legislativa do Ceará

José Irineu de Carvalho, Presidente da Associação dos Prefeitos do Ceará (APRECE)

10:00 h Coffe-break

10:15 h Palestra: "Construindo a Agenda 21 - Experiência Nacional e Internacional"

Expositores: Maria do Carmo Lima Bezerra, Representante do Ministério do Meio Ambiente

Jaime Valenzuela, Coordenador Regional do Conselho Interamericano para Iniciativas Ambientais Locais (ICLEI)

Coordenador: Alberto Teixeira, Presidente do Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o desenvolvimento de Estado do Ceará (INESP)

10:55 h Debates

11:15 h Mesa Redonda 1: "Construindo as Agendas 21 Locais"

Expositores: Samira Krespo, Agenda do Rio de Janeiro (Instituto de Estudos da Religião)

Flávia Mochel, Agenda São Luis (Comissão Pró Agenda 21/MA)

Alexandrina Sobreira de Moura, Agenda de Pernambuco (Sec. Adjunta da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente/PE)

Jarbas Ribeiro de Assis Jr., Agenda Vitória (Secretário do Meio Ambiente, Vitória-ES)

Coordenador: Rubens Harry Born, Representante da Regional da ABONG

12:35 h Debates

13:00 h Intervalo para almoço

15:00 h Mesa Redonda 2: "Experiências bem sucedidas de desenvolvimento sustentável no Ceará"

Expositores: Teresa Farias, Agro-negócios em área de proteção ambiental

(SEMACE)

Pedro Jorge, Algodão orgânico (ESPLAR)

René Schärer, Certificação Ambiental (Terramar)

Cearah Periferia Micro-urbanização integrada e desenvolvimento local

Milas Evangelista de Sousa, Gestão ambiental na exploração e produção de

petróleo (Petrobrás)

Eduardo Barbosa, Agenda 21 de Tauá (Secretário do Meio Ambiente de Tauá)

Coordenador: Júlio César Lima Batista Prefeito de Maracanaú

16:15 h Coffee-break

16:30 h Debates

17:00 h Encerramento 1° dia

Dia 02 de junho de 2000, sexta feira

9:00 h Mesa Redonda 3: "Alternativas e oportunidades para o desenvolvimento sustentável do Ceará"

Expositores: Mônica Klark, Secretária da SEPLAN

Antônio Arnaldo de Menezes, Superintendente regional do Banco do Nordeste para o Ceará

José Borzachiello da Silva, Professor da UFC

Jorge Parente, Presidente da FIEC

Coordenador: Hermano Frank

10:00 h Debates

10:15 h Coffe-break

10:30 h Oficinas de Trabalho:

Coordenador geral: Joaquim Cartaxo

1) As cidades sustentáveis

coordenador: Clélia (profa. da Fac. de Arquitetura e Urbanismo - UFC)

relator: Romeu Duarte (Coord. Regional do Inst. de Patrimônio Histórico Nacional - IPHAN)

2) Agricultura sustentável

coordenador: Udo Fickert (ESPLAR)

relatora: Ligia Alves dos Santos

3) Infra-estrutura e integração regional

coordenador: Eduardo Ney (SEINFRA)

relator: Elgma Araújo (SEBRAE)

4) Gestão dos recursos naturais

coordenador: Adahil Sena (SEMACE)

relator: Marcos Airton Freitas (UNIFOR)

5) Redução das desigualdades sociais

coordenadora: Alba Pinho (Professora da UFC)

relatora: Maria das Graças Araújo (Vida Brasil)

6) Desenvolvimento científico e tecnológico

coordenadora: Marília Brandão (Professoara da UFC)

relatora: Morsyleide Freitas Rosa (EMBRAPA)

7) Zona costeira

coordenadora: Soraya Vanini (Terramar)

relator: PRORENDA Rural

13:00h Intervalo para almoço

15:00h Continuação das Oficinas

15:30 h Reuniões paralelas:

Sistematização dos resultados pelos relatores e coordenadores

Comissão provisória pró-agenda 21 local/Ceará

Núcleo de comunicação

16:00h Plenária

18:00h Cerimonial e coquetel de encerramento

======================================================

Local: Auditório do Centro de Treinamento do Banco do Nordeste

Av. Paranjana, 5700 Passaré

Fortaleza-Ceará

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES - por fax: (85) 254.18 66 ramal 212 - por telefone: 0800.852233  ou na portaria da SEMACE (R. Jaime Benévolo , 1400 – Fortaleza/CE)

Miguel Macedo, Assessoria de Comunicação da Fundação Konrad Adenauer, que me passou a informação: kasformig@roadnet.com.br Tel.(85) 261.9293

Divulgado por Luciano Sá - Assessoria de Comunicação do Banco do Noerdeste - email:  lucianoms@banconordeste


"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo"     Peter Drucker

[ Topo ]

UJGOIÁS - O Universo Jurídico