Lgcta2.gif (7527 bytes)

 

Rede CTA-Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo
Rede - Sindecon Tel/Fax.: 3107.2035 - amyra@netdoctors.com.br


05041000013 - Information Commodities - Dicas Didáticas (11) - Contratações, Livros, Cursos, Seminários, Campanhas, Sites, Fóruns 24/07/00 09:40:20

Information Commodities - Dicas Didáticas (11)

Contratações, Livros, Cursos, Seminários, Campanhas, Sites, Fóruns


Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental

Edital de Contratação

edital de contratação 05/00

SELEÇÃO DE CAPATAZ PARA A RESERVA PARTICULAR MORRO DA MINA, EM ANTONINA, LITORAL DO PARANÁ

edital de contratação 09/00

DESCRIÇÃO DE CARGO PARA INTEGRAÇÃO INSTITUCIONAL DE PROJETO EM GUARAQUEÇABA

edital de contratação 10/00

SELEÇÃO DE PROFISSIONAL PARA PROJETO CONTRA O AQUECIMENTO GLOBAL EM GUARAQUEÇABA

DESCRIÇÃO DE CARGO PARA PLANEJAMENTO DE USO DO SOLO EM
PROJETO EM GUARAQUEÇABA CONTRA O AQUECIMENTO GLOBAL

DESCRIÇÃO DE CARGO PARA COORDENADOR DE PROJETO NO LITORAL DO PARANÁ

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E CARTA DE APRESENTAÇÃO DE PRÓPRIO PUNHO (falar de sua experiência em projetos) ATÉ 12 DE JULHO DE 2000 PARA: por e-mail: tom@spvs.org.br , no endereço: RUA GUTEMBERG, 345 BATEL CURITIBA – PR

O edital de contratação se encontra na íntegra no site www.spvs.org.br, ou no Banco de Dados da Rede CTA-UJGOIAS - www.ujgoias.com.br

[ Download: PerfilCoordenador // PerfilCapataz // Perfilpapagaio.html // PerfilTecnicoGerente // PerfilUsodoSolo ]

Divulgado por Kusum Toledo email: kusumtoledo@netpar.com.br


Arquivo do Estado e a Imprensa Oficial do Estado - SP

Ambientalistas regristram em livro beleza da Serra da Cantareira

A Serra da Cantareira, na divisa dos municípios de São Paulo, Guarulhos, Mairiporã e Caieiras, acaba de ganhar mais um importante aliado contra as ameaças que põem em risco o equilíbrio ecológico da maior floresta urbana de todo o mundo.

O livro "Cantareira Patrimônio Arquitetônico e Natural", lançado na última quarta-feira (28 de junho), soma-se a uma série de iniciativas para garantir a preservação da parte da Serra que pertence a particulares e que há décadas vem sendo violentamente agredida por toda a sorte de irregularidades, mas, principalmente, por loteamentos clandestinos. O Parque Estadual da Cantareira, que corresponde a aproximadamente 8 mil hectares, ou a aproximadamente 1/3 de toda a área estão preservados.

Escrito pelos ambientalistas Malcolm Forest e Mauro Victor, o livro retrata a visão e o depoimento de pessoas e grupos que se uniram em torno da defesa da serra e de bairros adjacentes, difundindo uma boa quantidade de informações até então restritas e proporcionando uma visão da serra que, agora, com o livro, pode ser compartilhada.

A Serra da Cantareira é Patrimônio da Humanidade desde 1984. Ganhou esse status da Unesco e precisa ser protegida porque é sinônimo de vida e representa um dos principais tipos de ecossistemas de todo o planeta. Prefaciado pelo cardeal D. Paulo Evaristo Arns, o livro informa e esclarece sobre a importância desse patrimônio comum da população da região metropolitana da Grande São Paulo.

É o resultado de um movimento de moradores que se organizou para defender a Serra da pressão predatória e incorpora uma seleção de 90 fotografias de profissionais e de amadores do concurso Raízes da Vida – Fotografe a História e a Natureza da Zona Norte - realizado em 1998 com o objetivo de registrar aspectos históricos, naturais e arquitetônicos da região.

O trabalho trouxe à luz não só o esplendor da Serra, com seu habitat povoado de rica diversidade biológica, como também aspectos interessantes da arquitetura dessa região da cidade.

O engenheiro florestal Mauro Victor, autor do livro e um dos líderes do movimento de moradores que há décadas luta pela preservação da Serra e proximidades, cita como exemplo da importância da Serra o seguinte dado: em todo território Francês, existem apenas 120 espécies de pássaros, enquanto na Cantareira, podem ser encontrados 200.

Embora razoavelmente conhecido, este pedaço de mata atlântica ainda precisa ser melhor estudado. O último censo faunístico da região, feito em 1980, quantificou cerca de 6 mil indivíduos, mas, segundo a atual diretora do Parque Estadual da Cantareira, a geógrafa Kátia Mazzei, novos estudos em curso vêm demonstrando que, apesar de sofrer intensa agressão, a serra tem uma vitalidade impressionante. Um desses estudos, por exemplo, além de toda a fauna característica de mata atlântica já conhecida, só de morcegos já catalogou 19 espécies.

A fauna dessa região situada entre 750 e 1200 metros de altitude, de temperatura média em torno de 18º C, abriga diversas espécies de mamíferos, entre eles, algumas ameaçadas de extinção, como o bugio, o gato-do-mato, a jaguatirica; e de aves, como o macuco, o gavião-pomba, o jacuguaçu. O parque possui também espécies vegetais em situação semelhante, entre elas, a imbuia, a canela-preta e a canela-assafrás.

 Tudo isso sem contar que a floresta natural, remanescente de antigas fazendas de café, chá e cana-de-acúcar tem sido uma privilegiadíssima área de lazer dos paulistanos e ainda abriga mananciais que há décadas vem fornecendo água de boa qualidade para milhões de paulistanos.

Todos esses aspectos estão no livro "Cantareira Patrimônio Arquitetônico e Cultural" que o Arquivo do Estado e a Imprensa Oficial do Estado põem à disposição da população e que pode ser adquirido na Livraria Virtual da Imprensa Oficial (www.imprensaoficial.com.br), pelos telefones (11) 0800.123401, 6221.4785/1924/2306, da Imprensa Oficial e do Arquivo do Estado; no Instituto Histórico e Geográfico, nas livrarias Cultura e Loyola, ou ainda pelo e-mail malcolmforest@sti.com.br

Mais informações com Getulio Alencar, e-mail gealencar@osite.com.br, fones (11) 814.4600 e 3816.0909


IPEF - Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais

Seminário apresenta novas tecnologias para o Manejo de Ferrugem de eucalipto

Nos dias 13 e 14 de julho, na UNESP/Botucatu, será realizado o 1º Seminário de Ferrugem do Eucalipto, promovido pelo Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (IPEF).
A ferrugem, causada pelo fungo Puccinia psidii Winter, é nativa do Brasil. Nos últimos anos tornou-se uma doença muito comum, causando epidemias severas, principalmente nas regiões do Vale do Paraíba e Sul do Estado de São Paulo. A tendência de se ampliar o uso da propagação vegetativa e a homogeneidade genética das plantas, torna o manejo desta doença muito importante na cultura do eucalipto.

Com o objetivo de levar aos técnicos ligados ao setor conhecimentos sobre ecologia e taxonomia de P. psidii, seus hospedeiros, aspectos nutricionais, epidemiológicos e de manejo da doença e explorar o uso de técnicas moleculares, em estudo no melhoramento genético para resistência ao patógeno, o evento abordara os seguintes temas ligados à ferrugem do eucalipto: ciclo vital e ecologia de Puccinia psidii; avaliação de danos da ferrugem do eucalipto; aspectos nutricionais envolvidos no controle da ferrugem do eucalipto; manejo integrado da ferrugem do eucalipto; utilização da biologia molecular no melhoramento do eucalipto, no controle da ferrugem; herança da resistência e obtenção de eucalipto transgênico resistente à ferrugem. Além da apresentação e discussão desses temas, haverá uma visita de campo na Fazenda Rincão, da Duratex S. A.. Serão realizadas também palestras de representantes de empresas florestais apresentando as ações da instituição com relação à ferrugem.
O seminário é voltado para engenheiros e técnicos das empresas florestais, de empresas de produtos e de serviços relacionados à proteção florestal, professores e pesquisadores da área de entomologia agroflorestal, estudantes de graduação e pós-graduação e demais profissionais ligados a área agroflorestal.

Os interessados em outras informações podem entrar em contato com o Setor de Eventos do IPEF, telefone/fax (19) 430-8602 ou e-mail: eventos@carpa.ciagri.usp.br. A programação está disponível também no IPEF On Line, no endereço http://www.ipef.br/eventos/2000/ferrugem.html.

Matéria detalhada sobre a ferrugem do eucalipto está disponível para utilização da imprensa no IPEF On Line: http://www.ipef.br/imprensa/, arquivo e Release11a/2000.

Silvicultura clonal é tema de evento promovido pelo IPEF

O Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais, IPEF, realizará, no dia 12 de julho, o 14º Simpósio sobre Silvicultura Clonal e Viveiros Florestais, na ESALQ/USP, em Piracicaba/SP.

O evento pretende servir de mecanismo para divulgar e trocar informações sobre novas tecnologias; identificar necessidades e definir prioridades comuns na clonagem de essências florestais; compartilhar o estado da arte nos sistemas e processos de produção de clones de essências florestais; coordenar e facilitar a pesquisa básica, pesquisa & desenvolvimento, desenvolvimento tecnológico e transferência de tecnologia da clonagem no setor florestal; promover e facilitar a comunicação, a captação e a utilização de recursos; servir de fórum para avaliação de impactos políticos, legais, sociais e ambientais do uso da clonagem; e facilitar o contato entre fornecedores de equipamentos, produtos e serviços, universidade e compradores.

O Programa de Silvicultura Clonal e Viveiros Florestais do IPEF realiza desde sua criação, em 1992, eventos que reúnem empresas do setor florestal, empresas produtoras de insumos e equipamentos, instituições de pesquisa, empresas de consultorias e de prestadores de serviços florestais, professores e alunos de graduação e pós-graduação, buscando promover a troca de informações entre os diversos segmentos envolvidos à silvicultura clonal.

Os temas que serão abordados nesta 14a edição do evento serão: fisiologia do estresse; embriogênese somática de eucalipto; equipamento para previsão de doenças fúngicas em vegetais; substratos – atualidades, alternativas, tendências, custo de produção e benefícios; e irrigação de áreas florestais

Para inscrever-se ou obter mais informações, os interessados podem entrar em contato com o Setor de Eventos do IPEF, telefone/fax (19) 430-8602 ou e-mail: eventos@carpa.ciagri.usp.br. A programação está disponível também no IPEF On Line, no endereço http://www.ipef.br/eventos/2000/silviculturaclonal.html.

Contatos para entrevista:

Biólogo Edson Namita Higashi

Rubens M. Louzada

Bianca Rodrigues Moura  - Assessora de Comunicacao

IPEF - Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais -Tel: (19) 430-8678 / (19) 9716-9320 -E-mail: brmoura@carpa.ciagri.usp.br  -Visite nosso Instituto: http://www.ipef.br/  - IPEF "Florestas com Ciência"


Caxambu - Minas Gerais

Festival Agua no Terceiro Milênio

Tenho a honra de comunicar-lhes a inclusão de um link do MOVIMENTO DE   CIDADANIA PELAS ÁGUAS Águas no site www.issoai.com.br/festivalaguanoterceiromilenio

Marisa Mendes Machado - Coordenadora Geral festivalaguanoterceiromilenio@hotmail.com


Porto Alegre - Rio Grande do Sul

Fórum Social Mundial

O Rio Grande do Sul vai sediar em janeiro de 2001 o Fórum Social Mundial. O encontro vai reunir 3 mil delegados de todo o mundo, representando organizações, movimentos, entidades não-governamentais que discutem democracia e formas alternativas de desenvolvimento sustentado. Este fórum é o contraponto às reuniões dos países mais ricos do mundo, que acontecem em Davos, na Suíça, normalmente naquelas discussões da OMC. A escolha de Porto Alegre e o Rio Grande do Sul foi referendada numa reunião que aconteceu em Genebra no mês de junho, agora, e a principal referência para que isso acontecesse é o modelo de gestão participativa que está se consolidando aqui.

Enquanto isto não acontece, outros eventos vão se realizando para aprofundar o projeto que já está em andamento no Estado, de desenvolvimento econômico. Neste dia 12 de julho vai se realizar em Porto Alegre, o Seminário Estratégias de Desenvolvimento Econômico, que busca unificar o projeto nas suas diversas ações políticas e operacionais, para todo o Estado. Discussões sobre as matrizes produtivas e os sistemas locais de produção, exportações, agricultura familiar, reforma agrária, economia popular e solidária, enfrentamento das disparidades regionais, modernização gerencial e as redes de cooperação, novas tecnologias, programas emergiais de emprego, qualificação do trabalho e educação profissional, infra-estrtura para o desenvolvimento econômico, atração e estímuloa novos investimentos em meio ambiente, cultura e turismo inclusive. Tudo isso também tratando da reconstrução, democratização e capilarização do Estado. Estamos à disposição para outras informações.

Neusa Ribeiro. - email: neurib@portoweb.com.br


Campos do Jordão - São Paulo

Comunidade de Campos decide pela despoluição do Ribeirão Capivari

No último dia 04, em reunião do Conselho Deliberativo do Instituto Pinho-Bravo (IPB), e contando com a presença de pessoas notáveis da comunidade foi apresentada a proposta de criação do programa ARCA – Amigos do Ribeirão Capivari, com o objetivo de trabalhar pela despoluição desse importante curso d’água que corta os três principais bairros jordanenses.

Após décadas de descaso das autoridades e em conseqüência das deficiências do planejamento urbano, esse ribeirão encontra-se às portas do século 21 totalmente poluído com lixo, esgotos e detritos urbanos, à exemplo da grande maioria dos córregos urbanos do Brasil.

Essa tomada de posição da Comunidade, a ser implementada pela equipe do Instituto Pinho-Bravo, terá início oficial no próximo sábado, dia 08 de julho, às 12h, no deck da loja Malú Decorações, na Praça de São Benedito, no centro de Vila Capivari, e contará inicialmente com o lançamento de uma campanha que visa coletar 50.000 assinaturas para a despoluição daquele ribeirão. A partir desse momento, diversas outras ações serão deflagradas em benefício das águas da Mantiqueira.

Toda a metodologia a ser utilizada pelo IPB na campanha, que tem uma duração estimada de 6 anos para a obtenção dos primeiros resultados concretos, foi obtida junto à Fundação SOS Mata Atlântica que além de dirigir o Núcleo Pró-Tietê, vem auxiliando a despoluição de mais de 50 cursos d’água em todo o país.

Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (12) 262-5044 ou ainda pelo e-mail ipb@webcampos.com.br, torne-se Você também um amigo do Ribeirão Capivari

Walter Vascancelos email: wgarden@webcampos.com.br


Imaflora/SmartWood

V. Curso de capacitação em avaliação para fins de certificação FSC

O V Curso Intensivo de Capacitação em Avaliação para Certificação Florestal insere-se no Programa de Treinamento e Capacitação do Imaflora/SmartWood e contempla a formação de auditores. É direcionado para profissonais do setor florestal especializados nas áreas de silvicultura, ambiência e/ou socioeconômia, capacitando-os e treinando-os para a realização de avaliação visando a certificação florestal FSC.

Programa do Curso:

21/08 Segunda Feira - Certificação Florestal - Introdução e Histórico; Princípios e critérios de certificação;  Padrões Nacionais do FSC;    Padrões e métodos do Programa SmartWood

22/08 Terça Feira  - Trabalho de campo

23/08 Quarta Feira - Princípios de auditagem;  Técnicas para entrevistas;   Ética / Amostragem; Avaliação de procedimento e performance;   Princípios de consultas em grupos de interesse;  Padrões para elaboração de relatórios

24/08 Quinta Feira - Trabalho de campo

25/08 Sexta Feira  - Apresentação dos resultados e debatel; Avaliação e conclusões; Encerramento e confraternização

O Imaflora encoraja fortemente a participação de mulheres.

Instituição coordenadora: Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora)

Apoio: CTA (Centro de Trabalhadores da Amazônia) e SEFE ( Secretaria Estadual de Florestas e Extrativismo)

Local : Rio Branco - AC - Data: de 21/08 a 25/08

PARA MAIS INFORMAÇOES ACESSE O SITE DO IMAFLORA - WWW.IMAFLORA.ORG OU LIGUE PARA 19 422 6253 - COM ESTEVÃO OU MARGARETE.  email: rbma@dns2.iflorestsp.br

Divulgado por Luciana Lopes Simões email:luciana-cnrbma@iflorestsp.br


SENAC - SP

Fórum Permanente de Capacitação

O Centro de Educação Comunitária para o Trabalho do SENAC-SP estará realizando no próximo dia 11 de julho às 19h30, o Fórum Permanente de Capacitação Profissional de Jovens, no auditório de sua sede, à Rua Dr. Vila Nova, 228, térreo.

O tema deste 14º encontro será as Experiências de Empresas na Capacitação Profissional de Jovens. Para apresentar as experiências foram convidadas o Sra. Vanessa Weber Leite ? Coordenadora do Projeto Crescer da BASF S.A. - São Bernardo do Campo - SP e a Sra. Patricia Souto de Oliveira -Coordenadora do Programa Educação Pelo Trabalho do Grupo Mesquita -Santos - SP.

O objetivo do Fórum Permanente de Capacitação Profissional de Jovens é apresentar as novas tendências da área, discutir propostas técnicas, conteúdos e metodologias, abordar políticas necessárias e mostrar o que podem fazer empresas, órgãos públicos e organizações não governamentais.

NÚMERO LIMITADO DE VAGAS. CONFIRMAR PRESENÇA ATÉ O DIA 10/07/00, POR TELEFONE: 6191.5151.EMAIL: cct@sp.senac.br


Expedições Especiais

Curso de Sobrevivência na Selva

O turismo ecológico, em franca expansão em nosso país vem ano a ano ganhando  um número crescente de adeptos, uma vez que o homem tem acordado para o real  valor da natureza e da importância de preservar aquela que sem dúvida é a maior  riqueza do Brasil. Com o grande interesse pela natureza, trouxe consigo um proporcional  aumento dos acidentes já que, pessoas se aventuram a explorar trilhas, cavernas,
cachoeiras e outros atrativos naturais.

Os acidentes na maioria das vezes ocorrem pelo mau condicionamento físico e por  pessoas que não estão preparadas técnica e psicologicamente para enfrentar uma  situação de emergência, e atuar no sentido de preservar a vida e não agravar  as lesões.

Para que possamos preparar os alunos, para uma eventualidade e saber atuar prontamente  para minimizar os prováveis danos, faz-se necessário capacitar os mesmos em conhecimentos. Tais como:

SOBREVIVÊNCIA NA SELVA

· Conservação da saúde; Animais peçonhentos; Deslocamento na selva (orientação, navegação, sinalização, transposição de  obstáculos, transportes de acidentados); Proteção na selva (abrigos, vestuários e equipamentos); Alimentação na selva (água, alimentos vegetais e de origem animal, caça e pesca)

COMUNICAÇÕES
· Código Q; Código Universal

PRIMEIROS SOCORROS
· Anatomia e fisiologia humana; Exame da vítima; Reanimação cardio-pulmonar; Ferimentos, fraturas e imobilizações; Manutenção das vias aéreas

SALVAMENTO EM ALTURA
· Cabos e nós; Operações com cabos; Segurança e prevenção de acidentes

SALVAMENTO AQUÁTICO
· Resgate de vítimas em meio líquido; Técnicas de judô aquático; Cabo submerso; Tratamento de afogados

SALVAMENTO TERRESTRE
· Técnicas de corte de árvores; Construção de armadilhas; Construção de abrigos

Maiores informações -Envie um e-mail para expedicoes@uol.com.br

telefone para contato: (11) 9224-8252 - Giovanni
VISITE O SITE WWW.ATIBAIA.COM.BR


Consulte o banco de dados da Rede CTA-UJGOIAS
O Universo Jurídico do Estado de Goiás
http://www.ujgoias.com.br - ujgoias@ujgoias.com.br

"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo"    Peter Drucker
==================================================
Rede CTA-Consultant, Trader and Adviser
Pelo Desenvolvimento Limpo de um Novo Mercado Financeiro!
Sindicato dos Economistas, no Estado de São Paulo

amyra@netdoctors.com.br - www.sindecon-esp.org.br


"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo"     Peter Drucker

[ Topo ]

UJGOIÁS - O Universo Jurídico